Síndrome dos Ovários Policísticos

A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é um distúrbio endocrinológico que provoca algumas alterações hormonais, podendo ou não causar cistos nos ovários. Diferentemente do que muitos pensam, ter cistos nos ovários não implica necessariamente em ter a síndrome dos ovários policísticos, e vice-versa (ou seja, há casos em que a pessoa tem a síndrome, mas não apresenta cistos ovarianos).

Para diagnosticar a SOP são estabelecidos alguns critérios diagnósticos e devem ter 2 ou 3 presentes no diagnóstico. Também devem ser excluídos outros diagnósticos (por isso, falamos que SOP é diagnóstico de exclusão). Os critérios incluem:

1 – Hiperandrogenismo (excesso de hormônios masculino) detectado clinicamente e/ou laboratorialmente (pode ser manifestado com acne, queda de cabelo, aumento de pelo no rosto e corpo, etc); ⠀

2 – Disfunção menstrual; ⠀

3 – Alterações no volume ovariano/ alteração na morfologia, como a presença de cistos. ⠀

A doença pode ter consequências maiores, como: diabetes, câncer de endométrio, infertilidade, esteatose hepática não alcoólica, aumento do risco cardiovascular, entre outras. A base do tratamento deve ser a mudança do estilo de vida, com uma alimentação equilibrada e a prática de atividades físicas regularmente, auxiliando na perda de peso. Isso é explicado pela íntima relação entre SOP e resistência à insulina. Dentre os medicamentos, há diversas classes que podem ser usadas. A SOP se apresenta de diferentes formas, devendo o tratamento ser feito de forma individualizada.

Iniciar conversa
Mande sua mensagem no nosso Whatsapp
Olá! Podemos te ajudar?
Powered by